quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

O dia dos que fazem bonecos







A cada 8 de janeiro é comemorado, no Brasil, o Dia da Fotografia, 
em alusão à apresentação do primeiro aparelho fotográfico chegado ao país, um daguerreótipo trazido de Paris pelo abade Louis Compte, em 1840, ao imperador D. Pedro II, que se tornaria então o primeiro fotógrafo brasileiro.

A daguerreotipia, inventada por Louis Daguerre, havia sido apresentada à Academia de Ciências de Paris em 19 de Agosto de 1939, ficando, portanto, 19 de Agosto o 

Dia Internacional da Fotografia.

É importante lembrar, no entanto, que um processo fotográfico pioneiro foi desenvolvido antes no Brasil, na hoje cidade de Campinas, pelo pesquisador francês Hércule Florence, que fez uso pela primeira vez da palavra Fotografia, em Agosto de 1833.
         Independente da motivação, todas honra e toda glória aos fotógrafos, que são, entre outras especialidades, os fazedores dos "bonecos", um dos temas deste livro.

Em homenagem a todos (e aí me incluo), este registro do trabalho de um "lambe-lambe" brasileiro, uma foto presente em outro dos meus livros, Personagem Cabal.
 

quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

Bonecos e Pretinhas é lançado em Niterói




O lançamento de "Bonecos e Pretinhas" em Niterói, um dos cenários fundamentais do livro, aconteceu no dia 14/12/2017, na SFF - Sociedade Fluminense de Fotografia
Toninho Machado, Berg Silva, Guina Araújo Ramos e André Melo-andrade.
.
O lançamento do livro fez parte do painel  "Dinamizando acervos e arquivos pessoais - como criar e elaborar projetos artísticos e culturais com base fotográfica", coordenado por Toninho Machado, presidente da SFF, uma espécie de continuação do evento "Uma Agenda para a Fotografia", do seminário sobre "Coleções Fotográficas: acervos, preservação, pesquisa e políticas de acesso", realizado em 30/11 e 01/12/2017, na própria SFF, pelo Labhoi-UFF.


Em "Dinamizando acervos e arquivos pessoais", apresentei palestra sobre formas de produção de livros de baixo custo com base fotográfica, e tive como parceiros dois experientes fotógrafos, que também falaram sobre como criam e apresentam seus projetos artísticos e culturais: André Melo-andrade (sobre exposições de fotos e produção de fine art) e Berg Silva (sobre projeção de fotos e elaboração de vídeos).
.
Minha fala foi direcionada à produção de livros a baixo custo, por impressão por demanda, classificando-os (e dando exemplo) pelo sentido desejado: 
a) quando o texto trata da memória intrínseca às fotos ("A outra face das fotos - Reminiscências e elucubrações sobre a arte e a prática do fotojornalismo")
b) quando a foto é inspiradora do texto do livro ("Personagem Cabal") e 
c) quando a foto serve de ilustração ao texto do livro ("[O dos] Bonecos e [a das] Pretinhas" ou, apenas, "Bonecos e Pretinhas").


E ainda apresentei uma mini exposição de fotos que ilustram Bonecos e Pretinhas...

...além de algumas dedicatórias.

Bonecos e Pretinhas para Ronaldo Muylaert
parceiro aventureiro da Fotografia.
Com Joanna Kossatz.





Dedicatória de Personagem Cabal.

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Bonecos e Pretinhas em Niterói, na SFF




"Bonecos e Pretinhas" 
será lançado em Niterói, 
 na 5ª-feira, 14/12, às 19h.



O lançamento é parte do painel 
"Dinamizando acervos e arquivos pessoais 
- como criar e elaborar projetos artísticos e culturais 
com base fotográfica", 
 organizado pela SFF - Sociedade Fluminense de Fotografia.


O painel será apresentado pelo autor 
e por mais dois experientes fotógrafos,
Andre Melo-andrade e Berg Silva,
que falarão sobre como criam e elaboram 
os seus projetos artísticos e culturais.